Querem enfiar um site Mobile ou Responsivo na minha goela, devo aceitar?

A internet é importante para sua empresa? Então antes de ler este artigo, faça o seguinte: pegue seu celular e acesse seu site.

Já acessou?

Agora pense qual é o objetivo do seu site. Pode ser algum desses:

  • Gerar contatos para sua equipe comercial;
  • No caso de eCommerces, realizar vendas;
  • Fazer com que pessoas leiam seu conteúdo;
  • Captar e-mails

Independente de qual seja, simule que você é um cliente em potencial para sua empresa e cumpra o objetivo do seu site.

Foi fácil? Quanto tempo demorou? Você sentiu que o site representou a sua empresa como ela deveria ser representada?

Se a experiência que você teve com o seu próprio site não foi satisfatória para o padrão de atendimento que você gostaria de dar à seus clientes, então este é o primeiro indício de que você precisa de um site mobile, mas não necessariamente quer dizer que você precisa.

Se não há ninguém ou poucas pessoas acessando seu site através de dispositivos móveis é bem provável que a melhor decisão seja você investir mais em comunicação ou outros problemas de sua empresa do que em uma nova plataforma agora. Só invista em um site mobile/responsivo no momento em que seu tráfego por dispositivos móveis seja relevante.

(Caso tenha interesse em formas de investimento em comunicação as mais indicadas são Google Adwords e Facebook Ads.)

Para saber saber se no seu mercado já há atividade em dispositivos móveis o bastante para que você invista em um site adaptado à essa realidade é bastante simples, você pode fazer isso em dois passos.

  1. Verificando se já há tráfego atualmente em seu site

Acesse o Google Analytics e vá na guia “público-alvo” > “Celular” > “Visão geral”, lá você vai encontrar o valor absoluto e os pontos percentuais que cada dispositivo tem em seu site, sendo os dispositivos Desktop, Tablets e Celulares.

GA-artigo-mobile

 

Sabendo esses valores você pode compara-los com seu histórico comercial e verificar quantas vendas em potencial seu site está perdendo por não ser mobile ou responsivo. Neste caso podemos ver um número pequeno de acessos para estes dispositivos, a relevância destes 40+34 acessos mobiles de nossa printscreen se dará analisando o histórico comercial do site e da empresa, ou seja, as taxas de conversão em cada estágio do seu funil.

  1. Verificando se há tráfego de dispositivos móveis em seu mercado

Recentemente o Google fez alterações na busca orgânica para privilegiar aqueles que tem sites preparados para Mobile. Além disso se o seu site não é preparado para as telas menores é provável que seu analista de Adwords tenha reduzido os lances para os dispositivos móveis. Então pode ser que exista tráfego latente para o seu site somente esperando que você se prepare para os celulares e tablets.

Para tirar essa dúvida é simples também, será necessário usar a ferramenta de palavras chave do Google, você pode solicitar para o seu analista um relatório da ferramenta de palavras chave.

Não é comum os analistas usarem a ferramenta de palavra-chaves para esta finalidade, só para garantir segue uma printscreen de onde ele deverá achar a informação.

KW-Tool-Mobile

Normalmente onde a flecha vermelha aponta fica selecionado a opção “Tendências do Volume de Pesquisas”, é necessário mudar essa opção para “Detalhamento por Dispositivos”.

É válido lembrar também que o Adwords está sempre atualizando, então dependendo de quando você estiver lendo este artigo a ferramenta de palavras-chave tenha outra disposição de funcionalidades, mas dificilmente ela mudará muito.

Bem simples não?

Em resumo você precisa fazer três coisas:

  1. Verificar se a experiência do seu site está boa
  2. Verificar se há tráfego proveniente de dispositivos móveis em seu site
  3. Verificar se há tráfego latente em seu mercado para dispositivos móveis

Esperamos que este artigo tenha ajudado você a decidir o que é melhor para sua empresa.

Por enquanto é só. 🙂

Comentários

comentários

1 comentário

  1. Pingback: Taxa de conversão em vendas: 8 fatores que prejudicam o seu site - Blog da Linkbiz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.